Alunos da FSG são premiados em concurso nacional de Design

0
6

Projeto sugere a pintura lateral de um prédio na Rua Sinimbu como forma de atentar para a causa trans e a violência contra a mulher

Dar visibilidade à causa trans e à violência contra mulher por meio de uma grande pintura na empena cega (paredes laterais dos edifícios, sem aberturas) do Edifício Vêneto, tradicional na Rua Sinimbu, área central de Caxias do Sul. É com essa proposta que os alunos do curso de Design do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG) Daniele Consoni, 20 anos, e Matheus Galimberti Perim, 19, conquistaram recentemente o 3º lugar no concurso nacional Design: Desigualdade Social e as Cidades, promovido pelo Portal Projetar.org e direcionado a estudantes de Design, Comunicação e Arquitetura.

O trabalho intitulado (Re)Construção Civil cumpriu o objetivo de criar uma composição para uma empena cega explorando de forma livre o tema “desigualdades sociais” e estabelecer um diálogo entre a composição e o contexto na qual ela foi inserida. “Procuramos um assunto que fosse da nossa realidade local e cultural. Através das discussões, encontramos na causa trans a possibilidade de dar visibilidade a essas pessoas e às mulheres, que são diariamente vítimas de preconceito, invisibilidade e, especialmente, violência”, explica Daniele. No entender dos alunos, um manifesto visual urbano assim, de grande escala, tem capacidade de provocar a reflexão da população sobre os desequilíbrios da sociedade brasileira. “O tema despertou grande interesse em nós dois, pois, como pessoas e profissionais, temos alta afinidade com as desigualdades sociais, especialmente porque sabemos que temos o poder de fazer a diferença, e assim o fizemos”, complementa Matheus, destacando que a figura escolhida para ilustrar a pintura é da atriz e cantora Rogéria, “um ícone dos transexuais brasileiros”.

Quanto a aplicabilidade do (Re)Construção Civil, ou seja, colorir a empena cega do prédio sugerido no projeto, Daniele e Matheus nutrem esperança. “Seria um sonho, mas sabemos que a prática do projeto dependeria de uma parceria público-privada que abraçasse uma causa que está, infelizmente, cada vez mais esquecida”, concordam. No entanto, a premiação tornou-se um grande incentivo aos alunos na busca de mais concursos para impulsionar a carreira profissional e dar visibilidade às causas sociais.

Saiba mais em projetar.org

Crédito da foto: Daniele Consoni e Matheus Perim/Projeto (Re)Construção Civil

 

Sobre a FSG – A FSG é o Centro Universitário da Serra Gaúcha. Reconhecida pelo seu protagonismo no desenvolvimento de propostas educacionais instigadoras, é referência no cenário da educação superior. Oferece centenas de cursos de Graduação, Pós-Graduação e Extensão presenciais e a distância. A Instituição integra o grupo Cruzeiro do Sul Educacional, um dos mais representativos do País, que reúne instituições academicamente relevantes e marcas reconhecidas em seus respectivos mercados, como Universidade Cruzeiro do Sul e Universidade Cidade de São Paulo (São Paulo/SP), Universidade de Franca – Unifran (Franca/SP), Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Itu e Salto/SP), Faculdade São Sebastião – FASS (São Sebastião/SP), Centro Universitário Módulo e Faculdade Caraguá – FAC (Caraguatatuba – SP) e Faculdade Cesuca (Cachoeirinha – RS), além de colégios de educação básica e ensino técnico. Visite: www.fsg.edu.br