Encanto e emoção na primeira noite do Festival Internacional de Folclore de Nova Prata

0
1

Evento teve lotação máxima de público e levou ao palco nove grupos de sete países. Nesta quinta-feira, 20 de setembro, espetáculos iniciam às 19h30min, no Ginásio Alcides Tarasconi

20

Com a simplicidade do povo que produz o sustento e valoriza as belezas da terra, o Festival Internacional de Folclore de Nova Prata – 14ª edição surpreendeu. Com lotação máxima no Ginásio Alcides Tarasconi, cerca de 1500 pessoas acompanharam a primeira noite de apresentações, que contou com os grupos da APAE, Panamá, Bailado Gaúcho, Uruguai, Alemanha, Colômbia, CTG Querência do Prata, República Tcheca e Argentina.

A abertura teve a presença de autoridades, imprensa e convidados. O Grupo Bailado Gaúcho, que coordena o evento, abriu a noite com a encenação do tema “Gente da Terra”. A primeira parte do espetáculo teve como temática a família, com destaque para as relações e costumes das pessoas que cultivam a terra; na segunda, a espiritualidade e a fé em busca de uma vida melhor; no terceiro ato, o preparo da terra e a semeadura; e a esperança de uma terra mais promissora encerrou o espetáculo do Bailado. Após a encenação, o público recepcionou os grupos e, na sequência, ocorreu o pronunciamento das autoridades.

A presidente do Festival, Veridiana Valar Ciotta, ressaltou a importância do evento para o enriquecimento da cultura e da arte do município. “É com imensa honra que recebemos os grupos e propiciamos a integração entre os povos. Queremos que Nova Prata se encante com as apresentações e retribua com a sua costumeira hospitalidade”.

Para o prefeito de Nova Prata, Volnei Minozzo, o Festival é a oportunidade de valorizar o povo e mostrar as diversidades do mundo. “Obrigado às famílias que emprestaram as suas histórias para o Festival. O tema desse ano é o que traduz o Festival – gente da terra”. Já o secretário adjunto de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, André Kryszczun, lembrou que o Festival é Patrimônio Cultural do Estado. “Essa identidade traz a ideia de pertencimento do evento para a cidade”.

 

O encanto do folclore

Os olhos atentos do público demonstravam o fascínio com cada grupo que subia ao palco. A APAE de Nova Prata iniciou as apresentações com muito encanto e carinho.  O espetáculo emocionou o público e rendeu muitos aplausos.

A Associação de Projeções Folclóricas Alegrías y Tradiciones, do Panamá, foi o primeiro grupo estrangeiro a demonstrar sua dança. A companhia, que conta com 39 bailarinos, exibiu o trabalho desenvolvido pelos jovens para cultivo e preservação das tradições panamenhas. O Bailado Gaúcho trouxe a malandragem e o encanto do Rio de Janeiro da década de 20, com coreografias de época e o tradicional carnaval de rua, com o bloco “Quem fala de nós, come mosca” e o Pierrô e a Colombina.

A Companhia Danzamérica, do Uruguai, apresentou o tango e o domínio dos tambores, típicos do país. Já os integrantes do grupo Calw City Brass Band, da Alemanha, mostrou um repertório de música tradicional, com instrumentos de sopro e bateria e empolgou o público.

O Ara Macao, da Colômbia, imprimiu colorido e animação ao Festival, com uma linguagem baseada em ritmos latinos, folclóricos e africanos. O CTG Querência do Prata reverenciou a cultura e tradição gaúcha com a música típica do nosso Estado.

Pela primeira vez no Festival, a República Tcheca levou ao palco a suavidade e delicadeza da dança, com o grupo Moravian Folklore Ensemble – ŠEVČÍK, um dos mais antigos ainda em atividade na região norte do país. Para encerrar a noite, o ballet Raices Norteñas, da Argentina, apresentou a tradição “hermana” por meio de estilos como coya, litoral, norteño e sureño.

 

O Festival pela cidade

O primeiro dia de Festival Internacional de Folclore teve início com as aberturas das Feiras de Artesanato, Gastronômica e do Livro, que contou com a presença de autoridades, imprensa e público. À tarde, os alunos da rede municipal de Nova Prata acompanharam o Projeto Escola, que levou os grupos do Uruguai, República Tcheca, Argentina e Colômbia para o Ginásio Municipal e a Escola Tiradentes.

 

As apresentações seguem nesta quinta-feira às 19h30min. O horário de início permanece o mesmo na sexta-feira e no sábado; e às 18h30min, no domingo, no Ginásio Alcides Tarasconi, bairro Santa Cruz. O Festival Internacional de Folclore de Nova Prata – 14ª edição, que ocorre de 19 a 23 de setembro, é uma realização do Bailado Gaúcho – Folclore, Arte e Danças, com apoio da Febrarp, Fidaf, I.O.V., Mundo em Dança, Ministério da Cultura – Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet); patrocínio da Paludo – sua moda, seu estilo; AdylNet – conectando você ao mundo; Vipal Borrachas; Pratavera Transportes; Auto Pratense – distribuidora de autopeças; Casa Trevo Bavaresco; Supermercados Porta; Ficagna Imóveis; Sicredi; Corsan; Uniasselvi; Una idiomas;  Gráfica Monarca; Miltons; Origami Gráfica Expressa; Voope; Sartori Construções; Poletto Contabilidade; Caldas do Prata; Clip; Bos Serviços de Limpeza; JC Metalúrgica; Cendron Esquadrias; Guedes Extintores; Unimed; CDL Nova Prata; Município de Nova Prata e Câmara de Vereadores. O Financiamento é do Sistema Pró-Cultura RS LIC, Lei nº 13.490/2010, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Ingressos

Quarta-feira

R$ 8 para arquibancada

R$ 12 para cadeira

 

Quinta, sexta-feira e domingo

R$ 12 arquibancada

R$ 15 cadeira

 

Sábado

R$ 15 arquibancada

R$ 18 cadeira

 

Compras

Cadeiras: Centro de Informações Turísticas

Arquibancada: Centro de Informações Turísticas, Na AdylNet Nova Prata e Lojas Paludo de Nova Prata, Veranópolis e Nova Bassano

 

Programação

11h – Feiras do Livro e Gastronômica

Local: Praça das Bandeiras

 

11h – Feira de Artesanato

Local: Antiga sede do Grêmio Pratense

 

14h – Dança na Cidade

Local: Praça das Bandeiras

 

15h – Recepção Oficial da Municipalidade de Nova Prata

Local: Câmara de Vereadores

 

19h30min – 2ª noite do Festival Internacional de Folclore

Local: Ginásio Alcides Tarasconi